Quem somos

Os Missionários do Preciosíssimo Sangue somos uma Sociedade de Vida Apostólica, formada por padres e irmãos. A Espiritualidade do Preciosíssimo Sangue, a Vida em Comunidade e Missão são os três pilares que sustentam o nosso trabalho.

Estamos a serviço da Igreja, ouvindo o “Grito do Sangue” dos mais pobres e daqueles que vivem na periferia, e através da atividade apostólica e missionária do “Ministério da Palavra”, que inclui a promoção da dignidade humana, a justiça, a paz e a integridade da criação.

Com os leigos e amigos no “Preciosíssimo Sangue”, centrados no Crucificado, colocamos toda a nossa vida ao serviço do Evangelho.

Fundador

Gaspar del Búfalo nasceu em Roma, a 6 de janeiro de 1786. Quando tinha um ano sofreu uma doença nos olhos, mas obteve a cura graças à oração de intercessão da sua mãe a S. Francisco Xavier. Sendo jovem, sente-se chamado a servir a Igreja: anuncia o Evangelho aos comerciantes que se deslocavam a Roma, funda a Irmandade do Preciosíssimo Sangue e cuida
dos doentes. Pouco a pouco desenvolve o Ministério da Palavra. Foi ordenado sacerdote a 31 de julho de 1808.

Tempos difíceis surgem para a Igreja em Roma, ocupada por Napoleão. Forçado a prestar juramento de lealdade a Napoleão, responde três vezes: “não posso, não quero, não devo”. Isso custou-lhe o exílio. Quando retorna do exílio, percebe a necessidade de anunciar Jesus Cristo ao povo. Reuniu um grupo de sacerdotes com a ideia de formar uma Congregação Religiosa. Enquanto trabalhava nisso, vai por distintos lugares levando um crucifixo de Jesus derramando sangue, que coloca no centro das praças, para que todos possam ver o preço da nossa salvação.

Enviado pelo Papa para a região de Lázio, onde estavam a crescer os grupos organizados de ladrões, Gaspar não teve medo de chegar ao chefe dos ladrões, para com ele fazer um caminho de conversão.

A Congregação é reconhecida pela Santa Sé em 15 de agosto de 1815, fundando em Giano (Itália) a sua primeira.

Gaspar morre aos cinquenta e um anos. A Igreja reconheceu a sua santidade em 1954.

 

Pilares

Asset-14.png

Missão

A Congregação continua a missão de São Gaspar del Búfalo através do Ministério da Palavra, pregando renovação e conversão através de missões populares em lugares de periferia e de retiros. Procura transmitir o Amor de Deus nas paróquias, escolas, hospitais e prisões, ajudando jovens e famílias. Como Missionários, trabalham onde a Igreja mais precisa deles.

Asset-8.png

Vida na Comunidade

Seguindo o exemplo de São Gaspar, os Missionários vivem em comunidade, de acordo com as necessidades do apostolado, unidos pelo Vínculo de Caridade, colocando ao serviço uns dos outros e da Igreja os dons recebidos. As suas Casas Missão são casas de oração e reflexão, estudo e descanso, espaço de retiro e ponto de partida para as missões populares.

Asset-3.png

Espiritualidade

Nos últimos anos, a Congregação tem desenvolvido um processo de redescoberta da Espiritualidade do Preciosíssimo Sangue através de um estudo renovado das suas raízes bíblicas, uma concepção da Espiritualidade como forma de vida e focada para o apostolado.

Casas de Missão

Estamos em 17 países, na Europa, América, Ásia e África.

Os primeiros Missionários do Preciossísimo Sangue chegaram à Espanha em 1898, à Portugal no ano de 1930 e à Guiné – Bissau em 1999.

Comunidades da Espanha

  • Cáceres: Casa da Espiritualidade, acolhe pessoas para retiros ou escutar.
  • Madrid (Orcasitas): Casa de Treinamento; Paróquia do Preciossísimo Sangue; Centro de Escuta.

Comunidades de Portugal

  • Proença-a-Nova: Casa da espiritualidade; Centro Juvenil e Vocacional; Paróquias.
  • Vila Viçosa: Casa de acolhimento para grupos; Paróquias.

Comunidades da Guiné – Bissau

  • Bissaquel: Casa de Treinamento; Centro do Projeto.
  • Safim: Paróquia; Escola.

Casa Geral em Roma

www.cppsmissionaries.org

Que fazemos

  • Missões populares
  • Retiros
  • Ministério de Escuta
  • Reconciliação
  • Ministério Paroquial
  • Na Guiné – Bissau, a evangelização passa por uma atenção especial da paróquia à educação, saúde, família cristã e vários projetos sociais.

Ainda há muito a ser feito

Através da construção de escolas, bolsas para financiar estudos, hospitais para cuidar dos doentes e locais de residência para os missionários